Passista amputada será madrinha de bateria da Morro da Casa Verde

Passista amputada será madrinha de bateria da Morro da Casa Verde
Divulgação.

A bela modelo, atriz e dançarina Haonê Thinar, de 25 anos, é a nova madrinha de bateria da Morro da Casa Verde, que disputará o Grupo 1 da UESP no próximo ano. Ela sempre encanta o Carnaval paulistano com seu charme e samba no pé, mesmo só tendo a perna esquerda. A outra foi amputada em virtude de um câncer aos oito anos de idade.

Foto: Divulgação.

Haonê será oficialmente apresentada no dia 26 de agosto, quando a Morro da Casa Verde fará sua final de samba-enredo. Anteriormente, ela brilhara em escolas como Mancha Verde e Nenê de Vila Matilde. “Estou sem palavras e lisonjeada com a confiança que em mim foi depositada, agradeço a minha bateria a toda diretoria da escola!”

Multimulher

Fora do Carnaval, Haonê participou de peças de teatro com a Cia. de Menestréis, foi pioneira na participação de deficientes em grandes eventos, como o Salão Internacional do Automóvel, a Erotic Fair, a Fispal Food Service e a Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade (Reatech). Ela pratica, ainda, capoeira, voleibol, corrida e ciclismo.

A Morro da Casa Verde apresentará em 2018 o enredo A luta de um povo, a força de uma raça… Luiza Mahin, a luz de Daomé!, do carnavalesco Fábio Flish.

Curta facebook.com.br/revistacarnaval.
Siga twitter.com/revistacarnaval.
Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.