20 de junho de 2024
DestaqueGrupo especialHot news

Emerson Dias Dá Vida ao Samba de 2024 do Salgueiro em Gravação Especial

Compositores: Pedrinho da Flor, Marcelo Motta, Arlindinho Cruz, Renato Galante, Dudu Nobre, Leonardo Gallo, Ramon Via13, Ralfe Ribeiro

Intérprete: Émerson Dias
Coro e Cordas: Carro de Som do Salgueiro
Direção Geral: Wilson Alves
Direção Musical: Alemão do Cavaco
Arranjo: Mestres Guilherme e Gustavo

É HUTUKARA! O chão de Omama
O breu e a chama, Deus da criação
Xamã no transe de yakoana
Evoca Xapiri, a missão…
HUTUKARA, ê! Sonho e insônia
Grita a amazônia, antes que desabe
Caço de tacape, danço o ritual
Tenho o sangue que semeia a nação original
Eu aprendi português, a língua do opressor
pra te provar que meu penar também é sua dor
falar de amor enquanto a mata chora,
é luta sem Flecha, da boca pra fora!

Tirania na bateia, militando por quinhão,
e teu povo na plateia, vendo a própria extinção
“Yoasi” que se julga: “família de bem”,
ouça agora a verdade que não lhe convém:

Você diz lembrar do povo Yanomami em dezenove de abril,
mas nem sabe o meu nome e sorriu da minha fome,
quando o medo me partiu
você quer me ouvir cantar “Yanomami” pra postar no seu perfil
entre aspas e negrito, o meu choro, o meu grito, nem a pau, Brasil!
Antes da sua bandeira, meu vermelho deu o tom
somos parte de quem parte, feito Bruno e Dom
Kopenawas pela terra, nessa guerra sem um cesso,
não queremos sua “ordem”, nem o seu “progresso”

Napê, nossa luta é sobreviver!
Napê, não vamos nos render!

YA TEMI XOA! aê, êa!
YA TEMI XOA! aê, êa!
Meu Salgueiro é a flecha
Pelo povo da floresta
Pois a chance que nos resta
É um Brasil cocar!