21 de fevereiro de 2024
DestaqueRio CarnavalÚltimas notícias

Com a presença da Corte LGBTQIANP, Carrossel de Emoções abre o circuito de megablocos do Carnaval do Rio 2024 na manhã de sábado, 20/1

O pré-Carnaval de Rua 2024 começou em grande estilo na manhã deste sábado, 20 de janeiro, em pleno feriado de São Sebastião. Com a presença apoteótica da Corte LGBTQIAPN+, o Carrossel de Emoções abriu o circuito de megablocos no Centro, arrastando milhares de foliões para a Rua Primeiro de Março, ao som nostálgico dos anos 2000, com muito funk, música POP e axé na playlist. Os ritmos baianos também deram o tom do desfile do Chame Gente, em São Conrado, com a presença de um convidado ilustre: o músico Armandinho, que fez o público sair do chão com a sua guitarra elétrica, e emocionou com sucessos dos tempos do grupo A Cor do Som. A festa seguiu por outras regiões do Rio, onde desfilaram blocos como o Gigantes da Lira, que promoveu a sua tradicional Sorvetada, para a alegria dos foliões mirins.

Famoso entre cariocas e turistas, o Carrossel de Emoções nasceu na Zona Oeste, na Barra da Tijuca, mas se apresenta pelo segundo ano consecutivo no Centro da cidade. Seguindo as recomendações da Riotur, o cortejo, programado para ser realizado das 9h ao meio-dia,  começou e terminou dentro do previsto, sem prejudicar o esquema operacional da prefeitura na cidade. O desfile deste ano fez uma homenagem à nostalgia dos anos 2000, incluindo no roteiro sucessos da música nacional, samba, axé e sertanejo. Musa da Corte LGBTQIAPN+, Kamilla Karvalho celebrou a diversidade dos blocos de rua do Rio:

“Sou uma sambista e foliã nata. Já fui musa do Cordão da Bola Preta, em 2019, e eu acho que a energia dos blocos é totalmente diferente da energia da Marquês de Sapucaí. As pessoas vêm para os blocos com uma liberdade, com uma emoção, uma alegria, com outra cultura e ideia de diversão”, afirmou. .”É o carnaval do ‘se joga’ . Então vem, joga a sua energia para cima porque o carnaval de rua é um carnaval agregador, com a diversidade, com as pessoas, e isso é incrível!, comemorou a musa.

O axé baiano, a irreverência e a emoção tomaram conta do cortejo do Chame Gente, que atraiu milhares de foliões à orla de São Conrado.  O cantor Alexandre Peixe foi o responsável por colocar os foliões para pular, enquanto entoava músicas baianas.  No repertório: “Haja Amor”, de Luiz Caldas, “Raiz de Todo Bem”, do cantor Saulo, “Várias Queixas”, do grupo  Olodum, e muito axé.  A surpresa do dia ficou por conta da participação do músico Armandinho, que completa 50 anos de carreira esse ano, e seus solos emocionantes de guitarra elétrica. Aliás, o nome do bloco é inspirado na música “Chame Gente”, da banda Armandinho, Dodô e Osmar, formada pelos filhos de Osmar Macêdo, um dos inventores do trio elétrico.

Com uma placa escrito “Marido de aluguel” (indisponível por tempo indeterminado) pendurada no pescoço, Estevão Camargo chamava a atenção dos demais foliões. Ele explica:
“Carnaval é criatividade, brincadeira. Como eu estou com a minha esposa, vou fazer um look de marido e colocar uma placa para deixar marcado que não estou disponível”.

A pré-folia não para por aí: por todo Rio, centenas de blocos vão atrair os foliões que estiverem nas ruas. Para saber onde encontrar seu favorito, basta baixar o app Blocos Rio 2024, disponível em todas as plataformas digitais. Lá é possível encontrar todos os blocos do Carnaval Rio 2024, com data, horário e percurso completos. A ferramenta é gratuita e funciona por geolocalização. Ou visite o site https://www.carnavalderua.rio/, que reúne também o calendário dos desfiles, notícias sobre os blocos e mais informações sobre o Carnaval de Rua Rio 2024.

Fotos: flickr.com/riotur